Home → Edição nº 154

INFORM@TIVO

 

SUS

Secretário Municipal de Saúde de São Paulo lança o livro “A Saúde Tem Cura”

“Por que a maioria dos prefeitos tenta e não consegue atender às demandas nas suas cidades?”

A pergunta está estampada na capa do livro lançado recentemente pelo médico Wilson Pollara, que é secretário municipal de Saúde de São Paulo, ao lado de duas outras instigantes chamadas: “Escalas de necessidades da Saúde criadas por Wilson Pollara” e “As 10 receitas para equilibrar o atendimento e gerar satisfação para a população”.

Ainda na capa, o livro se autodefine como uma “reflexão para gestores de saúde” e está dividido em 12 capítulos: Limites – Caminho – Dinheiro – Soma e Subtração – Escolhas – Tecnologia – Trocando em Miúdos – Pedra – Coração – Percurso – Tem Cura – Jornada.

Em vídeo exclusivo sobre a publicação, o secretário diz que a coisa mais importante não é prevenir, mas preservar a vida. “Atender a emergência é a primeira coisa. Não adianta investir tudo em prevenção. Investir em prevenção é completamente certo, mas tem limites”, afirma.

Segundo Pollara, a segunda coisa mais importante é aliviar o sofrimento. Depois, recuperar a função perdida com a doença e, então, vem a prevenção.

Ele explica que o livro “A Saúde Tem Cura” traz uma ideia muito diferente daquela padronizada sobre a estrutura do Sistema Único de Saúde e apresenta uma pirâmide de necessidades.

Logo na abertura, Wilson Pollara deixa claro que o objetivo de sua obra é dialogar, ter uma conversa franca e direta com pessoas que dividem com ele o interesse por uma gestão de Saúde que beneficie a todos. Além disso, faz um convite para que o leitor deixe de lado crenças, ideologias e paradigmas tomados como verdades imutáveis.

Quer participar dessa conversa? Clique aqui e confira o livro.


Ed. Anteriores